O Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA/MCTI) e a Corporação Estatal Roscosmos da Rússia irão assinar, dia 7 de abril, um acordo de instalação de telescópio para detecção e monitoramento de detritos espaciais no Observatório do Pico dos Dias (OPD).
OBS: a sede fica em Itajubá e o Observatório em Brazópolis, duas cidades do Circuito Turístico Caminhos do Sul de Minas!)

O telescópio que será instalado no OPD tem como objetivo detectar e monitorar detritos espaciais para a criação de uma base de dados referente à localização e às órbitas de objetos que poderão apresentar um perigo de colisão com satélites artificiais ativos ou até – no caso de objetos maiores – o risco de causar danos à superfície da Terra depois de entrar na atmosfera. A base de dados deverá servir como fundamento para tomar medidas para evitar tais colisões. Além disso, o LNA colocará as informações astronômicas obtidas pelo telescópio à disposição dos pesquisadores brasileiros.

Os custos do projeto serão pagos pela Roscosmos e o LNA irá contribuir com a disponibilização do espaço físico, infraestrutura do Observatório do Pico dos Dias e apoio logístico básico.

A cerimônia de assinatura do acordo será realizada em Itajubá, na sede do LNA, com a presença de representantes da Roscosmos, do presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB) e demais autoridades envolvidas.

(A imagem é uma concepção artística do telescópio instalado no Observatório do Pico dos Dias (OPD) a partir da foto feita pela Workfly Drones)

Fonte: www.lna.br